Feng Shui Tradicional - San Yuan e San He e suas técnicas

Na última década, ao mesmo tempo em que o Feng Shui obteve grande fama no mundo ocidental, publicações rasas em conteúdo, quase beirando o absurdo, (do tipo Feng shui para gatos, Feng Shui Rápido e Fácil, etc) apareceram como maravilhas milagrosas para se obter sucesso, felicidade ou abundância financeira. Bastava colocar o tal “selo de garantia”, que a venda de qualquer cristal, flauta ou objeto decorativo exótico era certa.

Sempre nos entristecia e revoltava, o fato de constatar até que ponto uma sabedoria milenar poderia ser corrompida e tão mal direcionada. Nunca entendíamos como supostos professores formavam profissionais com título de Consultores em apenas um final de semana.

Muito do que é divulgado, seja em publicações ou em cursos ditos especializados, em absolutamente nada se relacionam com o verdadeiro Feng Shui. Não contestamos que a força da mente, assim como a da vontade humana, quando estimuladas, podem operar proezas às vezes inexplicáveis sob o ponto de vista da ciência ortodoxa. Sem dúvida, algumas técnicas holísticas, como a meditação, rituais de purificação ou auto-motivação são benéficos ao ser humano; mas englobá-los num “único pacote” e rebatizá-los de Feng Shui, isso sim se torna incoerente.

O verdadeiro Feng Shui, na verdade, estrutura-se num profundo estudo sobre os fluxos energéticos intrínsecos à edificação. As análises, expostas em complexas relações de probabilidade, baseiam-se em fatores morfo-geográficos, espaço-temporais, direcionais e matemáticos. E a energia, nesse caso, é interpretada não como algo mágico ou espiritual, mas sim como uma manifestação palpável do Qi (ou Chi), termo cada vez mais aceito pelos cientistas ao se referirem à dinâmica dos famosos meridianos da Acupuntura.

É com esse intuito – de unir, formar e consolidar um ponto de confluência, “um espaço luminoso” para todos aqueles que, como nós, têm buscado ensinamentos autênticos do Feng Shui e dos Sistemas Astrológicos Chineses – que foi criado o Ming Tang – Instituto de Ciências Orientais.

Nosso empenho será sempre o respeito pela Integridade das informações, tanto dos textos clássicos, quanto das novas descobertas. Além disso, unindo a Sabedoria Ancestral à velocidade dos tempos atuais, o Ming Tang visa estabelecer um novo e inédito paradigma; uma coesão perfeita entre Respeito, Profundidade e Coerência, com Pesquisa, Estímulo e Evolução.